sábado, 18 de fevereiro de 2017

02

  • ONTEM          
PREÂMBULO DE UMA SENTENÇA
                  à Maria Rita Nastasi

Já nem sei mais
a diferença
entre a faca
a navalha 
e o perfume

O risco no ar
reluz em cheiro
a ilusão da tua presença

Lentae  impregnação
de um suave aroma
fere-me
cortando a garganta
separando-me em trechos
a me jugular

Despedaçando emoções esquecidas
nas infectas instalações
fora de uso
do matadouro
que se fez em mim.

                            publicado no CLIPS- Ano 1 - n.º 2, Secretaria de Cultura - Santos - 1991


  • HOJE

LABOR
               
Você
e eu
o mar
e todos os outros
que não virão
            verão
            primaveras depois
o desmoronar
            constante
das nossas convicções
no trabalho leve
e persistente
da brisa
contra as grandes muralhas
até restar
             apenas
o último 
único grão
que fundará
sustentará
a nossa reconstrução

                              14.02.2017

Carlos Roque Barbosa de Jesus

Nenhum comentário:

Postar um comentário